Núcleo gestor de confecções inscreve para programa de incubação

Empresários vão contar com estações de trabalho e infraestrutura tecnológica para desenvolver projetos

Por: Juliana Albuquerque em 09/10/16 às 10h33, atualizado em 09/10/16 às 16h46

Os empresários escolhidos vão contar com estações de trabalho e infraestrutura tecnológica para desenvolver projetosFoto: Vanessa Silva/divulgação

O Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, está inscrevendo gratuitamente empresas interessadas em participar da 2ª edição do Programa de Incubação do Marco Pernambucano da Moda. Com início programado para janeiro de 2017, as inscrições seguem até 20 de novembro e podem ser feitas através do site e do Facebook do NTCPE.

Com duração de 18 meses, o programa tem como meta cumprir uma das missões do Marco Pernambucano da Moda, no Recife Antigo – ser um centro de referência em profissionalização para novas empresas, oferecendo oportunidades de incubação de negócios, infraestrutura e formação complementar. “O povo pernambucano é empreendedor por natureza, principalmente quando se trata de moda, vide o polo de confecção do Estado. Neste sentido, cabe ao Governo criar condições para ajudar na concepção e formalização de novos negócios na área. E, através do NTCPE, criamos essa plataforma de diálogo entre o Governo e a cadeia produtiva que vem crescendo e gerando resultados impressionantes para o segmento”, revela o secretário de desenvolvimento econômico de Pernambuco, Thiago Norões.

Diferente da primeira edição do programa, apenas empresas que já possuem CNPJ e são compostas de no mínimo duas pessoas podem participar desta edição. “O projeto é dividido em várias fases. No primeiro momento serão avaliadas 25 propostas de negócios relacionadas ao setor, porém, apenas as 15 que tiverem o melhor desempenho vão continuar”, explica o presidente do NTCPE, Fredi Maia. De acordo com ele, durante o período de incubação, as empresas contam com uma completa infraestrutura, composta por estações de trabalho, conexão banda larga, salas de reunião, suporte administrativo e laboratórios avançados de tecnologias para desenvolvimento de produtos e produção nas áreas selecionadas. “Tem muita gente que quer começar ou já tem um negócio, mas não sabe qual o melhor caminho a seguir para ter êxito, assim como muitos também não têm a infraestrutura necessária para isso”, afirma Maia.

Participante da primeira turma de incubação do Marco Pernambucano da Moda, encerrada em junho passado, a empresária e estilista Leila Bastos percebeu apenas durante o seu período de incubação que estava traçando um caminho totalmente errado. “Antes da minha participação, acreditava que eu tinha capacidade para fazer tudo. Aqui, aprendi como gerenciar o meu negócio, a ter um foco para criar dentro do meu segmento de atuação e o mais importante, a ter um norte para crescer e ter lucro”, comenta. Igual a ela, Lúcia Nunes aprendeu que era possível buscar outras formas de se inserir dentro do segmento, ampliando a sua capacidade de produção e de alcance. “Como empreendedora, entramos nesse mundo com muita fantasia. Agora sabemos administrar”, enfatiza.

Replicando de: http://www.folhape.com.br/economia/economia/geral/2016/10/09/NWS,1771,10,478,ECONOMIA,2373-NUCLEO-GESTOR-CONFECCOES-INSCREVE-PARA-PROGRAMA-INCUBACAO.aspx

Anúncios

2 comentários em “Núcleo gestor de confecções inscreve para programa de incubação”

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s