Movimentação de cargas no Porto de Suape cresce 42,7% no primeiro semestre

A movimentação de cargas no Porto de Suape registrou um crescimento recorde no primeiro semestre de 2014.

De janeiro a junho passaram pelo terminal pernambucano mais de 7,7 milhões de toneladas, o que corresponde a uma evolução de 42,7% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando movimentou cerca de 5,4 milhões. O resultado deve-se, sobretudo, ao aumento de 64,6% na movimentação de graneis líquidos, que são gasolina, diesel, gás liquefeito de petróleo, óleo comestível, entre outros.

Os embarques tiveram alta de mais de 80% em relação ao primeiro semestre de 2013, somando quase dois milhões de toneladas de cargas. Os desembarques, por sua vez, cresceram 32%, com cerca de 5,7 milhões de toneladas.

O desempenho também contou com o incremento de 37,7% na movimentação de graneis sólidos (açúcar e trigo) e de 5,7% na de carga geral solta, que representa itens como veículos, chapas de aço e peças destinadas às indústrias da região, por exemplo. A movimentação de contêineres cresceu 15,6% se considerado o peso bruto da carga. Se for contabilizado em TEU, que é a unidade de medida universal para um contêiner de 20 pés, a evolução chega a 4,5%, com 202.771 TEUs movimentados no período.

“Esses números são resultado do trabalho realizado para aumentar a eficiência e a competitividade do Porto de Suape”, destaca o vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Caio Ramos, referindo-se às melhorias efetuadas na infraestrutura portuária. Este ano, por exemplo, Suape executou obras nos Píeres de Graneis Líquidos (PGL) 1 e 2 para ampliar a capacidade de recepção de navios que atenderão a Refinaria Abreu e Lima, prevista para entrar em operação no fim deste ano.

O diretor de Gestão Portuária de Suape, Leonardo Cerquinho, explica que a expectativa para o próximo semestre é manter os mesmos níveis de crescimento alcançados no primeiro. “Nossa previsão é encerrar o ano atingindo aproximadamente 15 milhões de toneladas movimentadas”, contabiliza.

O balanço do semestre mostrou, ainda, um crescimento de 45% na navegação de cabotagem, que é o transporte de mercadorias entre portos de um mesmo país, e de 38% nas viagens de longo curso, ou seja, entre terminais de outros países. A movimentação de navios também evoluiu. Nestes seis primeiros meses, o porto contabilizou 1.039 embarcações, ou seja, uma alta de 9,7% em relação ao ano anterior, quando havia registrado 947 navios.

Criado há 35 anos, o Complexo Industrial Portuário de Suape é a âncora e a locomotiva do desenvolvimento econômico de Pernambuco. Seu território de 13,5 mil hectares abriga um dos melhores portos públicos do País e 105 empresas, que, juntas, empregam 25 mil trabalhadores diretos. Outras 45 empresas estão em implantação. Estes empreendimentos somam mais de R$ 50 bilhões.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s