Transnordestina conta com aditivo de R$ 1,2 bilhão do FDNE

Projeto prevê interligação de municípios do Nordeste a portos da Região

Do FolhaPE, com informações de agências

Em publicação no Diário Oficial da União, o Ministério da Fazenda aprovou o pedido de contratação de um aditivo de R$ 1,2 bilhão Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) para o projeto de construção da ferrovia Transnordestina. A solicitação, feita pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), terá recursos suplementares por meio de emissão de debêntures – título de crédito representativo de empréstimo.

O projeto prevê a interligação ferroviária entre os municípios de Eliseu Martins (PI) e áreas de Pernambuco e Piauí aos portos de Suape (PE) e Pecém (CE). Os 2.304 Km da ferrovia deve atender um total de 81 municípios, com movimentação de carga estimada em 30 milhões de toneladas/ano – tendo predominância o escoamento de grãos, gipsita/gesso, fertilizantes e combustíveis.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s