Vale do São Francisco se destaca como polo produtor de fruticultura

Faturamento atinge cerca de R$ 2 bilhões ao ano

Brasília – DF, 26/05/2014 – Por sua região fértil, fortalecida com a irrigação, o Vale do São Francisco se tornou um importante produtor de frutos e hortaliças. A área, margeada pelo rio São Francisco nos estados de Minas Gerais, Bahia e Pernambuco, com destaque para as cidades de Juazeiro, na Bahia e Petrolina, em Pernambuco, gera um faturamento de R$ 2 bilhões ao ano, atualmente.

Nos 120 mil hectares que abrangem os perímetros irrigados da Bahia e Pernambuco, anualmente são produzidos mais de um milhão de toneladas de frutas, com destaque para uva de mesa e manga. Outras culturas também são desenvolvidas como a goiaba, coco verde, melão, melancia, acerola, maracujá, banana e outras frutas.

No Vale do São Francisco, os empreendimentos de fruticultura estão distribuídos em três categorias: pequenos (com até 20 hectares) 94%; médios (acima de 20 a 50 hectares) 4%; grandes (acima de 50 hectares) 2%; onde são gerados 240.000 empregos diretos no campo, classificando o Vale como a maior região produtora dessas frutas do Brasil.

Para o secretário nacional de Irrigação do Ministério da Integração, Miguel Ivan, a agricultura irrigada tem contribuído para o desenvolvimento econômico e social nas regiões. “A região do Vale é uma grande produtora de frutas e observamos o crescimento da agricultura nos projetos de irrigação, principalmente com o pequeno agricultor. Esse trabalho de revitalização dos perímetros de interesse social é uma meta do programa Mais Irrigação para beneficiar os pequenos produtores familiares, incentivando a produzir de forma mais eficiente, gerando emprego, renda e qualidade de vida”, enfatiza.

O faturamento dessas culturas gera um montante de mais de R$ 2 bilhões ao ano, sendo que R$ 440 milhões são relativos às exportações de uva e manga. “A cultura da videira de mesa reveste-se de especial importância econômica e social, para a região do Vale do São Francisco, uma vez que envolve um grande volume anual de negócios e se destaca entre as culturas irrigadas, com forte geração de empregos diretos e indiretos”, afirma o presidente do Instituto da Fruta da Bahia, Ivan Pinto.

Ainda segundo o presidente, esse quadro pode melhorar em parceria com as políticas públicas de irrigação. “Minha perspectiva é priorizar a modernização dos sistemas de irrigação, criar uma linha especial de crédito e ampliação do horário reservado para a fruticultura irrigada. Claro, que tudo isso iremos discutir com todos os envolvidos para chegarmos a um ponto em comum”, explica.

Perímetros envolvidos nos 120 mil hectares irrigados

Estado da Bahia com os seguintes municípios: Juazeiro, Sento Sé, Casa Nova, Curaçá, Rodelas, Glória, Paulo Afonso.

Perímetros irrigados da Bahia: Curaçá, Maniçoba, Mandacaru, Tourão, Salitre 1ª etapa, Glória, Rodelas e Pedra Branca.

Estado de Pernambuco com os seguintes municípios: Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó, Lagoa Grande, Belém do São Francisco, Petrolândia

Perímetros irrigados de Pernambuco: Nilo Coelho, Bebedouro, Apolônio Sales, Barreiros Bloco I, Barreiros Bloco II, Icó Mandantes, Fulgêncio, Brígida, Manga de Baixo.

20140622-211039-76239392.jpg

Anúncios

Um comentário em “Vale do São Francisco se destaca como polo produtor de fruticultura”

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s