Novas Unidades de Manutenção e Segurança na Bacia de Campos

Três novas Unidades de Manutenção e Segurança (UMS) a nosso serviço entraram em operação, na Bacia de Campos. As unidades Cidade São João da Barra, Cidade de Cabo Frio e Cidade de Araruama já se encontram em suas locações. A primeira está conectada à plataforma de produção PNA-1, no campo de Namorado, a segunda à plataforma PCH-2, no campo de Cherne e a terceira à plataforma PGP-1, no campo de Garoupa.

As campanhas de revitalização com UMSs têm como objetivo atender ao Programa de Aumento da Eficiência Operacional da Bacia de Campos (Proef). Para tanto, são realizadas ações que visam garantir a integridade das unidades marítimas de produção, tais como substituição de tubulações e estruturas metálicas, limpeza e reparo de tanques e pintura das plataformas. Desse modo, possibilitamos que as unidades que operam na Bacia de Campos continuem a produzir petróleo e gás com segurança por muitos anos, além do prazo previsto no projeto original, aproveitando ao máximo o potencial dos reservatórios.

As novas UMSs foram contratadas por quatro anos, para realizar campanhas que variam de dois a oito meses, de acordo com a complexidade dos serviços em cada plataforma. Elas podem ser descritas como plataformas de serviço que se conectam às unidades de produção, através de uma rampa de acesso.

Essas unidades são equipadas com oficinas mecânicas e elétricas, guindastes, almoxarifados, áreas de pintura e manutenção de peças e equipamentos, além de alojamentos para todos os profissionais que executarão os serviços.

Geração de empregos na Bacia de Campos

O processo de revitalização das unidades de produção se reflete no mercado de trabalho das cidades que fazem parte da área de abrangência da Bacia de Campos. Cada nova UMS está associada a uma série de campanhas de revitalização, que demandam mão de obra especializada, materiais e insumos para a execução dos serviços, preferencialmente obtidos na região.

Uma UMS gera entre mil e 1,5 mil empregos diretos, considerando que os profissionais trabalham em regime de escala de embarque. As funções mais requisitadas têm atuação nas áreas de mecânica, elétrica, manutenção de peças e equipamentos, hotelaria e movimentação de cargas, com destaque para as atividades de manutenção, caldeiraria e pintura industrial.

As três novas Unidades de Manutenção e Segurança irão se juntar a outras quatro que já operam na Bacia de Campos: Cidade de Arraial do Cabo, Cidade de Quissamã, Cidade de Casimiro de Abreu e Cidade de Carapebus. Sua atuação é balizada pelos nossos princípios operacionais do segmento de exploração e produção, com foco na integridade, confiabilidade e segurança, para as pessoas, as instalações e o meio ambiente.

Unidades de Manutenção e Segurança em números

UMS Cidade de Cabo Frio

Ano de construção: 2013
Comprimento total: 137,5m
Largura: 81 metros de boca
Força de trabalho por turma: 618 profissionais

UMS Cidade de São João da Barra

Ano de construção: 2013
Comprimento total: 118m
Largura: 70m
Força de trabalho por turma: 500 profissionais

UMS Cidade de Araruama

Ano de construção: 2014
Comprimento total: 84m
Largura: 32m
Força de trabalho por turma: 431 profissionais

20140518-233106-84666231.jpg

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s