Lançada pedra fundamental da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados José Alencar [COM VÍDEOS]

A presidenta da República, Dilma Rousseff, e a nossa presidente Graça Foster lançaram neste sábado (03/05), em Uberaba (MG), a pedra fundamental da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados V (UFN V), batizada de Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados José Alencar (Fafen-JA). Na ocasião, também foi assinado o termo de compromisso de garantia de fornecimento de gás natural para a unidade com a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig). Veja o que Graça Foster falou em seu discurso:

A Fafen José Alencar, que homenageia o ex-vice-presidente e empresário mineiro, terá investimento total de R$ 1,95 bilhão e capacidade para produzir 519 mil toneladas de amônia por ano. A entrada em operação está prevista para o primeiro semestre de 2017. Obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, a Fafen-JA vai gerar 3.700 empregos diretos no pico da obra, em agosto de 2016, e tem previsto conteúdo local em serviços e equipamentos de 53%. Até o momento, já foram concluídas a terraplenagem do terreno, as drenagens superficial e definitiva e a abertura inicial de ruas, além de melhorias no canteiro.

O principal produto da Fafen José Alencar será a amônia. Nosso objetivo com este empreendimento é atender a demanda interna por esse importante fertilizante nitrogenado, agregando valor e dando maior flexibilidade à cadeia do gás natural. A amônia é utilizada como matéria-prima para a produção de ureia, sulfato de amônio, nitrato de amônio, fosfato monoamônico (MAP) e fosfato diamônico (DAP). Ela pode ser usada também como matéria-prima na indústria petroquímica para produção de insumos alimentares, nylon, placas acrílicas e herbicidas, entre outros produtos.

A presidenta Dilma lembrou que a agricultura é um dos setores mais importantes do país. “Quanto mais a nossa agricultura tiver insumos de qualidade produzidos com as nossas riquezas, mais riqueza nós vamos gerar, daí a importância dessa fábrica de nitrogenados. Produzir fertilizantes é estratégico para o Brasil.”

Com a entrada da Fafen José Alencar em produção, atenderemos, aproximadamente, 87% do mercado brasileiro de amônia projetado para 2020, reduzindo a dependência externa desse insumo para 13%. Um avanço expressivo em relação a 2013, quando a dependência do mercado internacional girou em torno de 55%.

Para suprir a fábrica com gás natural – matéria-prima para produção de amônia – a Gasmig construirá um gasoduto interligando o Sistema Gasbel, a partir da cidade de Queluzito (MG), ao município de Uberaba, totalizando aproximadamente 470 km de extensão. De acordo com o contrato de suprimento de gás natural, o gasoduto a ser construído pela Gasmig estará concluído até o final de 2016, a fim de atender o início de operação da planta no primeiro semestre de 2017.

Graça Foster destacou a importância do empreendimento e lembrou o trabalho realizado desde a assinatura do termo de compromisso, em 17 de março de 2011, em parceria com a Cemig e o governo do estado de Minas Gerais. “Trabalhamos disciplinadamente no desenvolvimento do projeto; na contratação da empresa que venceu a licitação, a Toyo Setal; na busca pelo terreno. Toda a terraplanagem já está concluída. Já temos 40 engenheiros da Petrobras morando em Uberaba, já treinamos mil pessoas para fazer este projeto”, disse.

A presidente também lembrou que, 14 anos atrás, a Fafen-Bahia e a Fafen-Sergipe estariam sendo vendidas, e falou sobre o grande valor econômico da produção dessas fábricas. “A decisão da Petrobras e do Controlador foi de tornar essas fábricas mais eficientes e expandir as atividades de fertilizantes no Brasil. Mais do que não fechar, nós passamos a produzir mais amônia e mais fertilizantes”, disse.

A Fafen-JA será construída no Distrito Industrial III, em Uberaba, onde estão concentrados os principais fabricantes de fertilizantes (misturas NPK) do País. Por sua localização privilegiada, próxima aos maiores centros consumidores, a Fafen-JA atenderá, principalmente, os mercados dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Tocantins. Os fertilizantes nitrogenados são utilizados nas culturas de milho, cana de açúcar, café, algodão e laranja, entre outras.

Temos hoje três fábricas de fertilizantes nitrogenados em operação, situadas nos estados de Sergipe (Fafen-SE), Bahia (Fafen-BA) e Paraná (Fafen-PR). Este ano, colocaremos mais duas fábricas em operação, uma de ureia e amônia (Fafen-MS) no município de Três Lagoas (MS) e outra de sulfato de amônio no município de Laranjeiras (SE), no mesmo local da Fafen-SE.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s