Terceira etapa da integração do São Francisco passa a ter obras 24 horas por dia

Trecho que vai do Ceará à Paraíba conta com 1.254 dos 9.950 trabalhadores da obra

Do FolhaPE, com informações da assessoria

As obras na etapa 3N do projeto de integração do rio São Francisco, que vai do município de Mauriti, no Ceará, até São José das Piranhas, na Paraíba, tem agora os trabalhos sendo realizados também no período noturno. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, o trecho faz parte do Eixo Norte e possui 1.254 trabalhadores atuando na construção de canais, aquedutos e barragens.

Ainda na etapa 3N, o ministério acompanha a construção de dois túneis exclusivos para água (lote 14) e afirma que as obras do Cuncas I, com 15 quilômetros de extensão, apontam 87,6% de execução. Já foram escavados 14,2 quilômetros da estrutura. O Cuncas I deverá ser o maior túnel para transporte de água da América Latina. Para conclusão da obra, 392 operários e 160 equipamentos estão mobilizados. O túnel Cuncas II, que possui quatro quilômetros, foi concluído em fevereiro deste ano.

Na etapa 2N, no Ceará, o trecho entre Brejo Santo e Jati (lote 5) também possui equipes trabalhando 24 horas por dia. A região deverá contar com a construção de seis barragens – Jati, Porcos, Cana Brava, Cipó, Boi I e II – e a ampliação do Açude Atalho. Em toda etapa 2N, há 1.436 trabalhadores e 413 equipamentos.

O trecho entre as cidades de Salgueiro e Cabrobó (Etapa 1N), em Pernambuco, também possui frentes de trabalho dia e noite. Além da construção das três estações de bombeamento, essa etapa também contempla a construção de canais, barragens, diques, pontes, galerias, túneis e aquedutos. Nesta área, estão mobilizados 3.792 operários e 931 máquinas.

Atualmente, mais de 9.950 pessoas trabalham na integração do São Francisco, obra que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. Formado por dois canais que somam 477 quilômetros lineares, o empreendimento envolve a construção de 14 aquedutos, nove estações de bombeamento, 27 reservatórios e quatro túneis para transporte de água. Mais de 3 mil máquinas estão em operação. Com conclusão prevista para 2015, o projeto deverá garantir a segurança hídrica em 390 cidades nos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s