Mulheres e homens de Tejucupapo, em Goiana, recebem treinamento da Lear, futura fornecedora da montadora Fiat

Rochelli Dantas – Diario de Pernambuco

A primeira turma a ser formada pelo grupo Lear está sendo capacitada em São Lourenço, em Tejucupapo (Blenda Souto Maior/DP/D.A Press)
A primeira turma a ser formada pelo grupo Lear está sendo capacitada em São Lourenço, em Tejucupapo

A Lear, fabricante de bancos automotivos que está se instalando no polo de Goiana, Zona da Mata Norte pernambucana, está em busca de funcionários para a unidade. Quando em operação, o Grupo Lear irá criar mil oportunidades de trabalho. Deste total, 480 serão na área de costura industrial. É justamente neste segmento onde foram iniciadas as capacitações, promovidas pela empresa em parceria com o Senai e a Prefeitura de Goiana, por meio da AD Goiana.

A primeira turma a ser formada está sendo capacitada em São Lourenço, uma vila localizada no distrito de Tejucupapo. A dona de casa Gabriela da Fonseca Alves, 23, é uma das mulheres que estão participando do treinamento. Para ela, a capacitação é uma oportunidade de mudar de vida. “Eu aprendi uma nova profissão. Hoje tenho confiança naquilo que fazemos já consigo ver, inclusive, defeito nas roupas”, disse.

“É uma oportunidade de ter uma profissão”, diz Valquíria França

Para a dona de casa Audilene dos Santos, 40, a capacitação é uma forma de conquistar uma profissão. “As aulas já mudaram minha auto-estima. Quando eu estou trabalhando ou estudando eu sou mais feliz. Eu não sou nada apenas estando em casa. A sensação é de que faltava algo. Agora é batalhar para conseguir uma oportunidade”, ressaltou.

“Aqui, a maioria vive da pesca artesanal. O curso é uma ótima oportunidade de conquistar uma profissão. Eu já me sinto profissional e conquistarei a carteira assinada”, diz Valquíria Maria França, 28.

Como sempre viveu da pesca, Severina Maria de Sousa, 34, sonha em fazer uma faculdade. “Sempre quis estudar, mas precisava trabalhar. Eu vivo da pesca artesanal. Quando soube desta capacitação agarrei com unhas e dentes. Quero realizar meu sonho e, caso não consiga, posso ao menos dar melhores condições aos meus filhos”, diz. Ao final do curso, a Lear irá selecionar sete dos participantes para um treinamento de três semanas no México.

“Quero melhores condições para meus filhos”, afirma Severina de Souza

A turma de São Lourenço, em Goiana, é apenas uma das que estão sendo realizadas. Ao todo, 160 pessoas estão participando dos treinamentos, que também acontecem em Goiana (sede), Igarassu e Itambé. E novas turmas devem acontecer até o final do ano. Segundo o gerente de planta do grupo, Luciano Caldeira, a ideia é contratar 100% dos capacitados. “A escolha dos funcionários está ligada ao desempenho como um todo. Vários quesitos estão sendo monitorados”, ressaltou. Entre outros pontos, serão avaliadas questões como assiduidade, pontualidade, organização, relacionamento interno, produção, segurança e qualidade.

O Grupo Lear fornecerá os bancos dos veículos produzidos pela Fiat em Pernambuco. No local, serão confeccionadas capas e espumas e será realizada a montagem dos assentos. A produção começará com 30 carros por hora. Quando em pleno funcionamento, a demanda chegará em 60 carros por hora.

O cargo de costureiro industrial é apenas um dos que serão demandados pela Lear. A ideia é a produção inicie em agosto em fase de série (teste), por isso, a indústria já iniciou a seleção de funcionários nas mais diversas áreas. Os currículos devem ser enviados para selecaogoiana@lear.com.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s