Alcoa amplia fábrica de Itapissuma em 16%

Produção será voltada à fabricação de embalagens, utilizada pela indústria de bebidas

02/04/2014 11:31 – Amanda Claudino, da Folha de Pernambuco

· A-

· A

· A+

Divulgação

Capacidade da fábrica passará para 52,5 mil toneladas

Com aporte orçado em R$ 100 milhões, a fábrica pernambucana da Alcoa, localizada no município de Itapissuma, será ampliada. Com o investimento, a produção anual da unidade crescerá 16%, passando das atuais 45 mil toneladas para 52,5 mil toneladas de folhas de alumínio. As folhas de alumínio são destinadas à confecção de embalagens assépticas ou flexíveis, bastante utilizadas pela indústria de alimentos e de bebidas. Com a expansão, a empresa irá criar mais 50 postos de trabalho, após o início das operações. Atualmente, 700 pessoas trabalham no local. As obras começarão ainda este mês e devem ser concluídas no primeiro semestre de 2016.

A construção de um novo pavilhão no complexo pernambucano faz parte da estratégia de atender à demanda por embalagens especiais no Brasil, que deverá crescer 7% ao ano nos próximos três anos. “Conseguimos fechar novos contratos com empresas que compram embalagens assépticas (longa vida), que protegem o alimento por vários meses sem a necessidade de conservantes. Elas têm exigências específicas, por isso há a necessidade de investimentos vultuosos em equipamentos destinados a esse tipo de produção”, afirmou o diretor da Divisão de Laminados da Alcoa América Latina e Caribe, Celso Soares.

A produção de folhas de alumínio responde por 50% da produção da planta em Itapissuma, que também fabrica chapas para aplicação industrial. As operações no novo pavilhão devem ser iniciadas por etapas, conforme os maquinários forem sendo instalados. A primeira fase, que inclui a instalação dos fornos, deverá estar pronta até o fim deste ano. “É uma construção bastante longa, porque os equipamentos também precisam ser construídos”, frisou o diretor. Parte dos equipamentos deverá ser adquiridos aqui no Brasil. “Também vamos comprar outras partes no exterior, principalmente os equipamentos de alta tecnologia”, comentou Soares.

A fábrica da Alcoa em Itapissuma foi adquirida em 1981, depois da compra da planta da Asa – Alumínio S.A. A ampliação da unidade foi anunciada ontem, durante a Exposição Internacional do Alumínio (ExpoAlumínio), em São Paulo. “Essa nossa fábrica é a única de laminados da Alcoa no Brasil e, por isso, é bastante estratégica. Com esse investimento, vamos colocá-la em uma posição diferenciada de qualidade e de produtividade. Temos a intenção de continuar crescendo nessa área de produtos com valor agregado”, ressaltou Soares. Atualmente, a Alcoa é líder no mercado de folhas especiais da América Latina.

Anúncios

Um comentário em “Alcoa amplia fábrica de Itapissuma em 16%”

  1. è inestimável os resultados promovidos pela política de deslocamento do eixo de desenvolvimento econômico para o nordeste e especialmente para Pernambuco, por parte do governo federal

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s