BAHIA GANHA POLO INDUSTRIAL COM CAPACIDADE PARA 100 INDÚSTRIAS

Com capacidade de abrigar 100 indústrias e possibilidades de gerar 20 mil empregos diretos, o Polo Industrial do Recôncavo Baiano, a ser implantado no Km 44 da rodovia estadual BA-001, em Nazaré das Farinhas, em uma área total de 11 milhões de m2. Para a instalação das 100 indústrias, foram reservados lotes que totalizam 5,4 milhões de m2, além de um espaço de 1 milhão de m2 para armazenamento e logística. Por sua vez, 3 milhões de m2 serão destinados às reservas florestais e às usinas de tratamento de resíduos sólidos e de efluentes.
Para o secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, o empreendimento pode gerar um impacto na economia da Bahia equivalente à instalação do Polo Industrial de Camaçari, no final dos 1970. “Por conta da sua privilegiada localização, próxima a áreas de exploração da Petrobras e do Estaleiro do Paraguaçu, a expectativa é de que muitas indústrias se instalem na região com o objetivo de suprir as demandas de tais empreendimentos”, aposta Correia.
Entre os compromissos assumidos pelo Governo da Bahia no projeto está a melhoria da infraestrutura, a exemplo da duplicação da BA-001, e também a ampliação de portos, vias locais de acesso e ferrovias. Além disso, na contrapartida estadual ainda constam os incentivos oferecidos pelo programa Desenvolve, com diferimento do ICMS na instalação e compra de insumos, máquinas e equipamentos.
Salvador e os municípios do Recôncavo e da Costa do Dendê serão os mais impactados com a instalação do Polo Industrial do Recôncavo. Na esteira do empreendimento está prevista a construção de condomínios privados, hotéis, pousadas, shoppings, escolas, hospitais, restaurantes, enfim, projetos comerciais e de infraestrutura que vão gerar milhares de empregos diretos e indiretos, além de outros benefícios. O projeto de implantação foi homologado em audiência pública, da qual participaram representantes da sociedade civil, do Governo do Estado, da  Prefeitura de Nazaré e de empresários.
“Há um enorme desafio pela frente, pois teremos o crescimento do desenvolvimento, mas também o aumento da população e dos problemas, especialmente com a maior demanda sobre os serviços públicos, a exemplo da saúde, da educação, da habitação”, diz o prefeito de Nazaré, Milton Rabelo. Já o diretor do consórcio responsável pela implantação do Polo Industrial do Recôncavo, Leonam Torres, acredita que há uma conjunção de fatores a favor do empreendimento. “O Estaleiro do Paraguaçu vai demandar uma série de equipamentos e serviços que serão supridos diretamente pelo Polo do Recôncavo”, diz Torres.
De BAHIA ECONÔMICA

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: