O Recife é a única cidade da América Latina a participar da Conferência das Partes (COP-19), evento da ONU sobre Mudanças Climáticas.

A conferência, que reúne cerca de 190 países em Varsóvia, na Polônia, será a primeira vez em que a ONU colocará em diálogo nações e cidades.

Essa perspectiva de mudanças a partir das cidades ganhou força na Rio+20, no ano passado, quando prefeitos de vários países se encontraram no Rio de Janeiro.

Na COP-19, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, participa hoje de duas mesas de debate. A primeira será às 9h30 e a segunda, às 15h30, horários da Polônia.

Pela manhã, o tema da mesa é “Diálogos entre Ministros e Prefeitos”, que contará com a presença do secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon.

O convite à capital pernambucana se deu ao menos por dois motivos:

Um deles é o fato de o Recife constar na lista de cidades mais vulneráveis do mundo às mudanças climáticas, especialmente com o efeito do avanço do mar.

A outra razão seria a inclusão do Recife no programa Urban LEDS, da ONU, voltado à redução da emissão de carbono e o desenvolvimento sustentável.

Além do prefeito, o Recife está sendo representado pela secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Cida Pedrosa.

Fonte: Diário de Pernambuco

Anúncios