Michael Braungart discute sustentabilidade Polo Gesseiro

O químico alemão Michael Braungart, uma das maiores autoridades mundiais em desenvolvimento sustentável e reutilização de resíduos, será o palestrante principal do “Seminário Internacional Além da Sustentabilidade” sobre reciclagem de resíduos que será promovido Sindicato das Industrias de Gesso de Pernambuco (Sindusgesso) e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), de 17 a 21 de novembro, no Centro Tecnológico de Araripina.

Durante os cinco dias do evento,Braungart cumprirá uma agenda técnica e científica com mais de 150 empresários do polo gesseiro, promotores ambientais, representantes de governos federais, estaduais e municipais, acadêmicos e pesquisadores. Os participantes irão discutir novas alternativas para os modelos de desenvolvimento sustentável do Araripe, região onde está localizado o Polo Gesseiro que produz 97% do gesso consumido no Brasil. São 39 minas de gipsita ativas, 162 fábricas de gesso calcinado e 726 unidades fabris de prémoldados que geram cerca de 13.800 empregos diretos e aproximadamente 68.000 indiretos. Com um faturamento de US$ 860 milhões/ano.

Os trabalhos realizados ao longo do evento terão o objetivo de criar as condições para implantação do conceito da Economia Circular, também conhecida como “Plataforma Berço ao Berço”, que prevê o processo de produção, uso e descarte de uma maneira cíclica, na qual não se produz resíduo. Na lógica circular não há descarte. Tudo que sobra tem uma forma útil para outro ciclo, em um fluxo de materiais que se transformam. Dessa forma, espera-se aproveitar integralmente os recursos minerais do Araripe, agregando valor ao produto local, distribuindo riqueza na região, sem degradar o Bioma Caatinga.

O polo gesseiro é o primeiro setor da economia pernambucana a aderir ao acordo para redução de resíduos sólidos do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). O objetivo do acordo é chegar, de forma gradativa, à “geração zero” de resíduos. Dhyan Shamma, consultora de projetos socioambientais da Matura – Projetos & Inovações de Economia Circular, empresa coordenadora do evento, afirma que a ideia é alinhar as dimensões econômica, social e ambiental em propostas visando a utilização das melhores tecnologias disponíveis para eliminação dos gargalos que dificultam a gestão eficiente dos resíduos”, afirma.

Michael Braungart é autor do livro Cradle to Cradle , referência nos estudos e no desenvolvimento de técnicas de reaproveitamento de resíduos. “Todas as coisas fabricadas devem ser projetadas desde o início com a intenção de que elas acabarão por ser reciclados, ou voltarão para o solo, sem causar danos, ou serão aplicadas em algum outro produto. Os resíduos são alimentos. Não necessariamente o tipo que você come, mas o tipo que alimenta alguma coisa útil”, explica o químico, na obra.

Entre os projetos desenvolvidos pelo alemão estão um carro cujas peças podem ser 100% reutilizadas para fabricação de outros veículos e embalagens de produtos que podem ser descartadas diretamente no meio ambiente. Braungart também foi contratado pelo governo da China para desenvolver o projeto de uma cidade inteiramente sustentável.

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: