Tem início o VI Encontro de Oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas nas Compras Governamentais

 

Teve início hoje (30), no Centro de Convenções de Pernambuco, o VI Encontro de Oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas nas Compras Governamentais – Fomenta Nacional O evento é promovido pelo Sebrae em parceria com o  Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

 O objetivo do evento é aproximar compradores e fornecedores. Os donos de pequenos negócios ficam sabendo o que é comprado e quais os requisitos necessários para se participar de uma licitação. Do outro lado, os órgãos federais ficam a par das ofertas existentes e quais os cuidados necessários na elaboração de editais que cumpram a Lei Geral, que estabelece, por exemplo, a obrigatoriedade da participação das micro e pequenas empresas em licitações de até R$ 80 mil.

O diretor da DAF do Sebrae Nacional, José Cláudio dos Santos, destacou que o evento é um importante instrumento para aproximar os pequenos negócios dos compradores públicos e que para valorizar os pequenos negócios e ajudar no desenvolvimento econômico do país, a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa tem um capítulo especial sobre compras governamentais. “As Micro e Pequenas Empresas e os potenciais empreendedores contribuem de forma decisiva para o fortalecimento da economia nacional, são a grande forca motriz do país, visto que representam 99% das empresas brasileiras, 40% da massa salarial, 60% dos empregos criados e 25 % do PIB brasileiro”, afirmou o diretor.

Sobre a escolha do estado de Pernambuco para sediar essa sexta edição do Fomenta Nacional, o superintendente do Sebrae de Pernambuco, Roberto Castelo Branco, ressaltou que o Nordeste brasileiro tem tido um crescimento econômico muito grande nos últimos anos e que tem comprovado seu enorme potencial. “O Nordeste encostou na região sul em termos de crescimento. Enquanto os estado sulistas são responsáveis por 19,8% do PIB, a região Nordeste já alcançou 19,2% do PIB e ainda tem muito espaço para crescer”.

O secretário de Competitividade e Gestão da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, Carlos Leony Fonseca da Cunha, além de explicitar sobre a importância das compras governamentais para o crescimento dos pequenos negócios, defendeu reformas na aplicação da substituição tributária, a não exigência das certidões negativas para os pequenos negócios participarem de licitações e a criação de um cadastro único. “Precisamos tornar as micro e pequenas empresas mais lucrativas, isso quer dizer, fazer com que elas comprem e vendam bem”.

 

Fonte: Sebrae

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s