Crédito: Simone Medeiros (Asscom/AD Diper)

O Conselho Estadual de Política Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), reuniu-se pela octogésima terceira vez para analisar projetos de inventivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ampliar suas atividades em Pernambuco. Na reunião, foram aprovados 25 projetos, sendo 20 indústrias, uma Central de Distribuição e quatro importadoras. Os investimentos em indústrias totalizam R$ 247,3 milhões.

Deverão ser gerados 1.493 postos de trabalho, distribuídos da seguinte forma: 1.085 na Região Metropolitana do Recife e 408 no interior do Estado. Do total de investimentos, R$ 214,7 milhões estão destinados à RMR e R$ 32,6 milhões para o interior do Estado. Os projetos do 83º Condic são de naturezas bem diversificadas: metalmecânica, bebidas, plásticos, farmacoquímica, têxtil, produtos químicos, agroindústria, artefatos de madeira, cortinas, persianas e tintas. O maior investimento ficou por conta do projeto da GL Indústria e Distribuição de Alimentos, que deverá se instalar em Moreno, desembolsando R$ 163 milhões.

Ao todo, 13 municípios foram contemplados: Recife, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Garanhuns, Cabo de Santo Agostinho, Moreno, Caruaru, Paulista, São Caetano, Vitória de Santo Antão, Olinda, Barra de Guabiraba e Bezerros. Das doze Regiões de Desenvolvimento (RD) de Pernambuco, quatro foram contempladas: Metropolitana, Agreste Central e Mata Sul e Agreste Meridional.

“Esta é a segunda reunião que realizamos este ano e o nosso desafio, da AD Diper e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC), é, através da concessão desses benefícios, perenizar esses investimentos, promovendo o contínuo crescimento do Estado através com geração de emprego e renda para os pernambucanos”, afirmou o diretor presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima.

O secretário executivo de Políticas de Desenvolvimento, da SDEC, Felipe Chaves, presidiu a reunião. Na ocasião de abertura, ele ressaltou a sanção de uma nova lei que obriga empresas beneficiárias de incentivos fiscais a investirem em pesquisa e inovação. “Essa é uma política pública de desenvolvimento. Esperamos que o decreto que normatizará o funcionamento dessa lei seja publicado dentro dos próximos 30 dias”, disse.

Estiveram presentes: o vice-presidente da Federação das Indústrias (Fiepe), João Sandoval da Silveira; o presidente do Centro das Indústrias de Pernambuco, Aurélio Márcio Nogueira; o presidente da Associação Comercial de Pernambuco, José Gomes Casimiro; o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas, Antônio Jacarandá; o presidente do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), Frederico Cavalcanti; o representante da Secretaria da Fazenda, Abílio Xavier; e o diretor de Incentivos Fiscais, Aymar Soriano.

O encontro aconteceu nesta segunda-feira (09/09), na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, na Rosa e Silva, bairro do Espinheiro.

Fonte: Asscom/AD Diper

Anúncios