Fenearte ganha mais um dia

EVENTO A 14ª EDIÇÃO DA TRADICIONAL FEIRA DE ARTESANATO OCORRE DE 4 A 14 DE JULHO. INVESTIMENTO GIRA EM TORNO DE R$ 4 MILHÕES

Com o tema A Mulher Rendeira, a Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) ganha um dia a mais em sua 14ª edição. O evento acontece entre os dias 4 e 14 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE), e conta com a participação inédita de mais cinco países – Butão, Colômbia, Holanda, Guatemala e Tibete. Além do total de 47 nações estrangeiras e de expositores pernambucanos, todos os estados brasileiros, ora vindos pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), ora pelo Sebrae, marcarão presença.
Na edição de 2012, a Fenearte teve um público de 312 mil visitantes, durante os dez dias do evento. Com o incremento de um dia, a expectativa é de que esse número, no mínimo, se mantenha. “Os investimentos do ano passado giraram em torno de R$ 4 milhões, bancados através da venda de ingressos, estandes e dos oito patrocinadores. Esse número não deve variar muito nesta edição. Já o faturamento ficou em torno de R$ 36 milhões, proveniente do total de vendas dos expositores”, afirma a coordenadora-geral da feira, Patrícia Lessa. Segundo ela, as expectativas para este ano são as melhores, já que é a primeira edição após a inauguração do Centro de Artesanato de Pernambuco, em setembro de 2012.
De acordo com a coordenação, a feira ganha também este ano o espaço Top 100 Sebrae, que reúne objetos premiados para comercialização, vindos das 100 unidades produtivas mais competitivas do País. Pernambuco marca presença com peças de 10 unidades premiadas.
No mezanino do pavilhão do Centro de Convenções, o visitante ainda vai encontrar a Galeria Mulher Rendeira, que dá nome à exposição deste ano. O espaço vai trazer uma pequena mostra de peças elaboradas em diversas rendas, com mulheres rendeiras pernambucanas mostrando ao vivo como desenvolvem a sua arte, em especial a renascença.
 
BONS NEGÓCIOS
Assim como a Fenearte, outro espaço que valoriza o trabalho dos artesãos pernambucanos é o Centro de Artesanato de Pernambuco, localizado no Bairro do Recife. O espaço, inaugurado em setembro do ano passado, investiu desde então R$ 6,5 milhões na promoção e venda das peças provenientes de todo o Estado. Em oito meses, o centro já contabiliza uma receita de cerca de R$ 2,5 milhões.
Segundo Patrícia Lessa, que também é coordenadora técnica do equipamento, o local hoje, conta com 20 mil peças, repostas diariamente, e 600 artesãos fornecedores de várias cidades do Estado. Em setembro, quando foi inaugurado, eram 16 mil peças e 500 artesãos.
“O Centro de Artesanato fortalece a cadeia produtiva do Estado e permite o contato direto entre artesãos e público sem atravessadores. Desde a abertura até este início de maio, já comercializamos 106 mil peças. É como se os artesões tivessem uma Fenearte que dura o ano inteiro. Além disso, o local é um importante equipamento de turismo para o Recife e para Pernambuco”, diz Patrícia. O espaço também conta com um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), com atendentes bilíngues, que funciona diariamente, das 10h às 20h, para atender os turistas.
JORNAL DO COMÉRCIO
Anúncios

One Comment

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s