Copa já chegou para os micros

Pequenos empresários participaram da rodada e mostraram que estão prontos para o evento

AUGUSTO FREITAS

Sebrae realiza rodada de negócios, que reuniu 255 empreendedores dos 10 setores mapeados pela instituição

Amenos de dois anos para o início da Copa do Mundo de 2014, uma parte de micro e pequenos empresários pernambucanos está se antecipando e caindo em campo visando fortalecer seus negócios para o evento. Para alguns, inclusive, os primeiros resultados têm chegado bem antes do início do mundial. Foi o que ficou comprovado durante a segunda edição do Encontro Sebrae de Negócios, realizada ontem, no Mar Hotel.

O evento faz parte do Programa Sebrae 2014, cujo objetivo é aproximar empresas demandantes e ofertantes de produtos e serviços, através das rodadas de negócios, em dez setores econômicos mapeados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Tais segmentos, a exemplo de tecnologia da informação, comércio atacadista, entretenimento, alimentos, entre outros, apresentam um amplo potencial de negócios, segundo avaliação do órgão apresentada em 2011.

O artesão Paulo Garcia produz peças em couro de tamanhos e formas variados

Na edição de ontem, 225 empreendedores trocaram experiências, projetaram futuras parcerias de negócios e esclareceram várias dúvidas junto a representantes de instituições financeiras fomentadoras do empreendedorismo. O recifense Paulo Garcia, radicado em Gravatá, é um dos que deve colher frutos bem antes da bolar rolar na Arena Pernambuco.

Artesão, Garcia produz peças em couro de tamanhos e formas variados, cuja marca registrada é o acabamento original exclusivo. Os produtos têm, em média, preços entre R$ 25 e R$ 320, mas só são fabricados em dimensões entre 23 centímetros e um metro. A meta para os próximos meses é inovar e passar a oferecer as mercadorias em tamanhos reduzidos, tipo miniaturas.

“São quase sete anos de atividade e participação em várias feiras de artesanato, onde conhecemos novas técnicas e clientes. A realização da Copa será mais uma chance de divulgação e fortalecimento do negócio”, destacou Garcia. Para isso, o empresário vai iniciar, nas próximas semanas, mais um curso de capacitação no Sebrae-PE com foco no design, para a produção das peças em tamanhos reduzidos.

Neste estágio já está a atividade ligada ao turismo no campo da empresária Tereza Fiúza, proprietária de uma pousada às margens da BR-232, em Bezerros, no Agreste. O lugar é cercado de uma área verde e oferece 21 apartamentos para até 60 hóspedes, mas até o fim do próximo ano terá de aumentar a capacidade para 30 quartos e 90 pessoas. Graças ao bom trabalho de divulgação.

“Recebemos a visita de representantes da Match, operadora oficial da Fifa, que aprovaram as dependências da pousada e a distância em relação à Arena da Copa. Dessa forma, fomos indicados e hoje temos nossa marca no site da associação. Ter esse vínculo se compara a um selo de qualidade”, destacou. Segundo Tereza, a indicação atrai cada vez mais clientes, daí a necessidade de ampliação do número de cômodos.
O processo de crescimento das MPEs, através da geração de emprego e renda, antes mesmo do início da Copa foi destacado por Roberto Castello Branco, superintendente do Sebrae-PE. Segundo ele, várias empresas de setores distintos já estão se preparando para a Copa e ganhando dinheiro.

DIARIO DE PE

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s