Vale abre planta de produção de biodiesel de dendê no Pará

O projeto inclui uma fábrica para transformar o óleo em biodiesel a partir de 2015. O investimento total deve chegar a US$ 500 milhões.

A Biopalma da Amazônia, empresa da Vale em sociedade com o Grupo MSP, inaugura nesta terça-feira (26/6) a sua primeira usina extratora de palma (dendê), localizada no município de Moju, a 150 km de Belém.

Além disso, será construída uma planta industrial para transformar o óleo em biodiesel a partir de 2015. O investimento total deve chegar a US$ 500 milhões.
A usina tem capacidade de extração de 120 toneladas por hora de cachos de fruto fresco, o que representa cerca de 25 toneladas de óleo por hora.

O empreendimento será o maior complexo de geração de energia limpa já instalado em uma usina no Brasil

De acordo com a mineradora, este será o maior complexo de geração de energia limpa já instalado em uma usina no Brasil. Quase todos os resíduos formados ao longo da cadeira produtiva serão reaproveitados pela própria indústria na geração de energia renovável e no processo de adubação do plantio da palma.

A capacidade de geração de energia limpa é de 11 MW, dos quais 3,5 MW serão utilizados na usina e o excedente poderá ser disponibilizado à concessionária de energia do estado.

BRASIL ECONÔMICO

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s