de AnaCarolina

A Petrobras realizou, nesta quinta-feira (14/6), no Posto do Futuro, na Barra da Tijuca, o primeiro abastecimento com o etanol de segunda geração produzido pela Companhia. O combustível foi fornecido para minivans que fazem o transporte de participantes da Rio+20.

A tecnologia aproveita o bagaço de cana como matéria-prima e permite ampliar a produção de etanol em 40% sem utilizar recursos adicionais da natureza. Participaram da cerimônia o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto; o presidente da Petrobras Distribuidora, José Lima de Andrade Neto; o gerente geral de Abastecimento, Gás e Energia do Cenpes, Eduardo Cardoso de Melo Guerra; e o gerente geral de Pesquisa e Desenvolvimento em Abastecimento e Biocombustíveis do Cenpes, Alípio Ferreira Pinto Júnior.

O etanol de segunda geração usado nos carros da Rio+20 faz parte dos 80 mil litros produzidos até o momento em planta de demonstração. “As delegações vão conhecer essa marca tecnológica da Petrobras e do Brasil”, destacou Rossetto.

O presidente da Petrobras Distribuidora ressaltou a escolha do Posto do Futuro para o evento. “É um posto conceito tanto no que se refere ao atendimento ao cliente como na preocupação com o meio ambiente. Aqui a água é reutilizada, a iluminação é diferenciada, a água da chuva é aproveitada e temos um eletroposto. Testamos as tecnologias desenvolvidas para preservar a natureza e melhor atender ao cliente”, afirmou Lima.

O gerente geral de Pesquisa e Desenvolvimento em Abastecimento e Biocombustíveis do Cenpes destacou o esforço de sua equipe de pesquisadores que trabalham no desenvolvimento da tecnologia do etanol de segunda geração.

A Companhia tem como meta iniciar a produção em escala comercial no Brasil em 2015. A unidade deverá ser integrada a uma usina de etanol operada pela Petrobras Biocombustível. O investimento no desenvolvimento dessa tecnologia faz parte dos US$ 300 milhões previstos para pesquisas em biocombustíveis nos próximos anos. O transporte dos participantes credenciados para a Rio+20 é uma ação da Petrobras Biocombustível em parceria com a organização do evento. A utilização das vans abastecidas no Posto do Futuro Petrobras, na Barra da Tijuca, depende da realização de cadastro prévio.

Posto do Futuro Petrobras

O Posto do Futuro Petrobras reúne tecnologias de interatividade com o consumidor e dispõe de sistemas que garantem maior eficiência energética, como uso de água de chuva para rega, limpeza de pisos e lavagem de carros, além de reciclagem da água de lavagem de veículos. Com isso, o consumo de água foi reduzido em 55%. A energia solar é utilizada numa estação para carga de veículos elétricos e no aquecimento de água para lavagem de veículos, o que reduz o uso de produtos químicos e o volume de enxágue em até 10%. O chamado “telhado branco”, o uso de iluminação zenital, de indução magnética e de leds permite redução do consumo de energia. Energia eólica é acumulada em baterias e alimenta as lâmpadas de leds da iluminação de emergência das entradas da pista de abastecimento.

Fonte: Petrobras

Anúncios