Sebrae e Banco Central debatem ações de inclusão financeira

Instituições vão apresentar um plano de trabalho voltado para os pequenos negócios

Para incentivar a inclusão financeira das micro e pequenas empresas (MPE), Sebrae e Banco Central promovem encontro no dia 9 de maio. Na ocasião, será lançado um plano de trabalho e um debate com a presença do diretor-técnico da instituição, Carlos Alberto dos Santos, do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, e de outros representantes da Parceria Nacional para Inclusão Financeira no Brasil, firmada em novembro de 2011. A abertura do evento, às 14h, na sede do Sebrae Nacional, em Brasília, deverá reunir 200 pessoas.

As mudanças verificadas no país nos últimos anos exigem uma revisão das condições oferecidas pelo sistema financeiro para atendimento aos pequenos negócios, que geralmente buscam crédito para capital de giro e investimento. “Melhoramos o volume ofertado e as taxas de juros, mas ainda temos que evoluir na questão das garantias”, diz Carlos Alberto. O diretor do Sebrae destaca também a necessidade de reduzir a assimetria de informações, que inibe o acesso dos pequenos negócios aos financiamentos.

A palestra magna será proferida pela princesa Máxima Zorreguieta, da Holanda, que desenvolve ações de fomento ao espírito empreendedor e microfinanciamento nesse país. O diretor de Regulação do Sistema Financeiro no Banco Central, Luiz Awazu Pereira da Silva, vai apresentar o plano de fortalecimento do ambiente institucional para inclusão financeira. Representantes dos ministérios da Fazenda, Justiça, Comunicações e da Casa Civil debaterão o tema.

A discussão sobre como os atores do sistema financeiro podem agir para promover a inclusão financeira no Brasil será estimulada e conduzida pelo chefe do Departamento de Normas do Sistema Financeiro no Banco Central, Sérgio Odilon dos Anjos. Participarão dessa atividade representantes do Sebrae, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e da Associação Brasileira das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte (ABSCM). O encerramento está previsto para 18h15.

A Parceria Nacional para Inclusão Financeira no Brasil tem como base os princípios para Inclusão Financeira Inovadora, do Grupo de Especialistas em Inclusão Financeira (Fieg) do G-20. O objetivo é promover a cooperação global e abrir fontes de crédito a micro, pequenas e médias empresas.

Leando de Souza \Agência Sebrae de Notícias

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s