De terça-feira, 22, a domingo (27), 40 artesãos pernambucanos expõem suas peças na 22ª Feira Nacional de Artesanato “Mãos de Minas”, em Belo Horizonte. Trata-se de um dos mais importantes eventos do setor, tal qual a Fenearte. O grupo ocupará área de 162m², dividida em 18 estandes e contará com apoio técnico da equipe organizadora da AD Diper, responsável pela viabilização do projeto, junto com a Empetur e o Sebrae. Os três órgãos são integrantes do comitê gestor do Pape, o Programa do Artesanato de Pernambuco.

A unidade móvel do artesanato, uma carreta de 15 metros repleta do melhor do artesanato local, também estará em Belo Horizonte, para chamar a atenção do visitante. A Mão de Minas ocupará uma área de 23 mil metros quadrados, com 1,1 mil estandes e cerca de oito mil expositores. A feira é composta por artesãos de todos os estados brasileiros e representantes de nove países que irão expor e comercializar cerca de 50 mil itens artesanais. Apenas para a realização do evento são gerados cerca de dois mil empregos diretos e algo em torno de 20 mil indiretos em outubro, por conta dos preparativos, e em novembro.

Trata-se do segundo evento do gênero que conta com a presença de pernambucanos neste mês. Dos dias 2 a 6, peças locais, como fios e tecidos, rendas, bordados, calçados artesanais e madeira, foram exibidas e comercializadas no 4º Salão Internacional de Artesanato, no Expobrasília, Distrito Federal. As vendas atingiram R$ 69 mil, em quatro dias de negócios.

Ana Rosa Cavalcanti
Assessora de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper)

Anúncios