Tegma amplia atuação em Suape

LOGÍSTICA Empresa comprou área de 24,9 hectares e já assinou protocolo de intenções para investir mais R$ 40 milhões no Estado

A Tegma Gestão Logística adquiriu uma área de 24,9 hectares na Zona Industrial do Complexo Portuário de Suape. Pagou um valor de R$ 7.928.823 pelo imóvel. A empresa não vai se pronunciar, por enquanto, sobre a aquisição, mas a operação faz parte do protocolo de intenções assinado com o governo do Estado na semana passada, que prevê investimentos superiores a R$ 40 milhões na área e a geração de 150 empregos diretos. A Tegma tem bastante interesse na região e já faz a operação de logística de importação de veículos da GM que chegam ao Porto de Suape.

Segundo o secretário executivo da Secretaria de Desenvolvimento, Roberto Abreu, a empresa vai iniciar a operação da nova área em outubro do ano que vem. Ela precisa de um pulmão para sua logística, tanto para um futuro crescimento das importações da GM, como para atender outras montadoras, diz Abreu.

Ele esclarece que o atual espaço onde a Tegma realiza as suas operações está na área pública do porto, que não pode ser privada. O terreno comprado pela empresa está fora do porto organizado, onde as áreas são arrendadas, ou seja, são pagas para utilização. Com este novo site, ela terá mais espaço e tempo para estocar veículos de novas remessas que chegam. A Tegma também realiza a chamada tropicalização dos carros, que são as adaptações dos veículos para as normas brasileiras, comentou o secretário executivo.

Todos os carros desembarcados em Suape são importados. No caso da GM, ela traz o modelo Ágile do México para distribuí-los em suas concessionárias do Nordeste. Não existe cabotagem (transporte entre dois portos nacionais) para veículos no Brasil. A legislação não permite que operações estrangeiras façam cabotagem. Além disso, existem contratos com cegonheiros. Tudo isso limita a cabotagem de automóveis nacionais. No porto, é só importação, diz.

A Tegma iniciou em agosto de 2010 a operação do pátio público de veículos do Porto de Suape. Atualmente essa gestão tem capacidade para movimentar 25 mil veículos por ano. Na operação, a companhia recebe, embarca e armazena os carros.

A empresa é líder na logística de veículos zero-quilômetro. Atua em outros setores da economia químico e combustíveis, por exemplo. Transportou mais de 299 mil veículos novos no primeiro trimestre de 2011, registrando uma receita líquida de R$ 307,9 milhões.

Leonardo Spinelli / Jornal do Commercio

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: