Pernambuco acelera nos negócios em TI

20110817-094638.jpg

A vinda da multinacional Fiat para Pernambuco não representará apenas empregos diretos nas áreas de engenharia e chão de fábrica. A instalação da planta abre oportunidades para o ecossistema de tecnologia da informação, hardware, design e inovação do Estado. As palavras são do presidente da companhia, Cledorvino Belini, que na solenidade de abertura do empreendimento destacou que a “pernambucalização” da fábrica envolve ampla utilização de mão de obra local.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da Fiat, a ideia é aproveitar cérebros e soluções desenvolvidas por empresas e centros tecnológicos do Estado, que podem se tornar fornecedores tanto da multinacional quanto do resto de sua cadeia. “Nossas diretrizes são claras. Vamos utilizar mão de obra e empresas locais em nosso empreendimento. E não só para a área de insumos, suprimentos e engenharia, mas também nos setores de tecnologia avançada”, conta o porta-voz da Fiat, Roberto Baraldi.

O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) foi o primeiro a reagir à oportunidade levantada pela Fiat. A instituição constrói um centro tecnológico na área de metal-mecânica, cujo objetivo será atender as demandas tanto da Fiat quanto das demais indústrias que serão instaladas no entorno da montadora. Já o Porto Digital já está em contato com a montadora e se prepara para fechar negócios e entrar na cadeia de valor da indústria automotiva.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s