AUGUSTO LEITE – Enviado especial   // Folha de PE

SALGUEIRO (PE) – A confirmação da instalação de uma unidade da Fiat em Pernambuco está despertando o interesse de outras montadoras. Nesta sexta-feira, o governador Eduardo Campos encaminhará para a Assembleia Legislativa (Alepe) um projeto de lei que solicita a doação dos terrenos para a montadora italiana e para a implantação da Companhia Siderúrgica Suape (CSS). O pacote ainda pode contar com um pedido de uma área para uma indústria da sul-coreana Hyundai, segundo informou o líder governista na Alepe, deputado estadual Isaltino Nascimento.

INSTALAÇÃO da fábrica foi oficializada ontem, em Salgueiro, com assinatura

Ontem, após assinatura do protocolo de intenções para a instalação da Fiat em um terreno de 440 hectares próximo à Caninha 51, no Cabo de Santo Agostinho, Eduardo Campos evitou comentar o assunto. O gestor alegou que qualquer informação fornecida antes do tempo poderia atrapalhar possíveis negociações. No entanto, é possível que no retorno do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Estado, no próximo dia 28, o fabricante seja oficiliazado. Co­mo tentou fazer com os italianos, o Governo mantém o diálogo com a Hyundai a sete chaves.

“A Lei do Regime Automotivo está em aberto. Qualquer empresa que quiser aproveitar esse momento e esteja cadastrada no sistema do País pode reivindicar isso. Em geral, qualquer montadora que queira se instalar vai ter que ser em Suape. Essa negociação, se é que existe, quem acompanha o quesito operacional é Sua­pe”, afirmou o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Jenner Guimarães. Ninguém sabe ao certo o que seria produzido pela Hyundai. Especulações mais fortes dizem que Pernambuco fabricaria veículos de médio porte.

No que depender do presidente Lula, o Estado está com a bola cheia. “Jamais imaginei fazer uma reunião no Sertão pernambucano, em Salgueiro, embaixo de uma tenda, para anunciar a vinda da Fiat. O interesse econômico da montadora combinou com o nordestino”, discursou, no anúncio oficial do fabricante italiano. O deputado Isaltino Nascimento adiantou que as solicitações das áreas devem chegar à Assembleia na próxima segunda-feira e que o órgão faria uma autoconvocação para os dias 23 e 24 deste mês. Na ocasião, os projetos passariam pelas comissões e iriam para votação em plenário. A correria é porque a Alepe está prestes a entrar em recesso e os deputados só voltam a trabalhar no dia 2 de fevereiro.

Anúncios