Usina usa palha da cana para gerar energia

O uso da palha da cana-de-açúcar como matéria-prima para gerar energia e a eficientização dos equipamentos resultaram num aumento de 18% na produção de megawatts (MW) – unidade que mede a energia – na Usina Seresta, no município de Teotônio Vilela, em Alagoas. A empresa foi a primeira de 10 em todo o Nordeste que deverão ter a sua produção de energia feita de forma mais eficiente num projeto da Areva Koblitz e o grupo gaúcho Hidrotérmica.“A palha de cana era um material que era queimado antes de cortar a cana-de-açúcar. Para utilizá-la, a empresa mecanizou a colheita”, explica o diretor comercial da Areva Koblitz, Romero Rêgo.

Para aumentar a produção de energia, foi feito um investimento de R$ 125 milhões, bancados pela Hidrotérmica, que será a dona da térmica depois de 17 anos. Mesmo depois de assumir a térmica, a empresa gaúcha terá que fornecer a energia que a usina vai precisar para funcionar e vender o excedente para recuperar o investimento. A Areva/Koblitz participa do projeto porque fabrica os equipamentos usados para a produção de energia.

“Na década de 70, as usinas surgiram com uma concepção perdulária, sendo concebidas para que não houvesse sobra do bagaço da cana-de-açúcar. Hoje, o bagaço tem muito valor, quando transformado em energia”, conta Romero.

A produção de açúcar e álcool sempre gerou energia com o bagaço da cana-de-açúcar, que é queimado nas caldeiras das empresas. Atualmente, a energia está com um preço em alta e se tornou mais uma atividade que gera uma boa receita para as usinas.

Anúncios

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s