Cabo de Santo Agostinho // Alavanca para o desenvolvimento

Com os investimentos na ordem dos bilhões em empreendimentos no Complexo Industrial e Portuário de Suape, chegou a hora do município do Cabo de Santo Agostinho fazer a sua parte, no entorno do valioso espaço econômico. Para isso, a prefeitura do município lançou quatro metas básicas, com o selo de responsabilidade social, apresentadas no “Fórum Cabo, avançando com Pernambuco”, que aconteceu ontem e atraiu empresários locais.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Alex Gomes, a primeira meta está relacionada aos investimentos em políticas sociais. “É preciso melhorar a educação e a saúde. É na educação que temos a base de tudo”, citou. A partir dessa base, começa a segunda meta. A qualificação profissional e especializada para as pessoas. A escassez de mão de obra qualificada é apontada como o principal problema para as grandes empresas nos complexos industriais. Desta forma, o investimento para a preparação necessária aos profissionais passa a ser mais intenso.

A penúltima meta é a capacitação para as micro e pequenas empresas, com investimentos tecnológicos. Por último, a melhoria da infraestrutura do município, em função do desenvolvimento estruturador de Suape, dos estaleiros e da Refinaria Abreu e Lima. “Esse é um plano de desenvolvimento integrado, realizado nesse momento pela prefeitura, e, evidentemente, pensado em soluções a longo prazo”, afirmou o secretário.
Além de dezenas de empresários locais, o fórum realizado no Palácio Joaquim Nabuco, também contou com a presença do prefeito Lula Cabral, que destacou a necessidade dos investimentos no município. Ele recebeu a medalha de 1º município de Pernambuco a ter um programa com selo de responsabilidade social. Estiveram ainda presentes o diretor de Suape Global, Sílvio Leiming, que citou a transformação realizada de vida de milhares de profissionais na construção de Suape, e o superintendente do Sebrae, Nilo Simões, que falou sobre a necessidade de qualificar a mão deobra.

Evento – Realizado pela segunda vez – a primeira foi em Caruaru – o fórum foi promovido pelo Conselho Regional de Administração (CRA-PE) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com o apoio dos Diários Associados, do Sebrae, da Suape Global e da Associação de Empresários. No próximo dia 30, o Diario de Pernambuco traz um caderno especial com detalhes sobre os investimentos programados para o Cabo de Santo Agostinho. Em agosto, dois outros fóruns devem ser realizados em Vitória de Santo Antão, discutindo a indústria açucareira, e em Santa Cruz do Capibaribe, sobre o polo têxtil.

Anúncios

2 comentários em “Cabo de Santo Agostinho // Alavanca para o desenvolvimento”

  1. Nobre Fernando Clímaco
    A âncora do evento foi a assinatura da “Mensagem encaminhando ao Legislativo a Lei Municipal das MPE’s”, a qual através da implementação dos dispostos contidos na mesma possibilitará o tratamento diferenciado as Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e ao Micro Empreendedor Individual.
    Da mesma maneira os demais municípios do Estado de Pernambuco com o apoio do Governador e dos respectivos Prefeitos, se preaparam para essa responsabilidade pública.
    Felicito a iniciativa do Prefeito Lula Cabral do seu Secretariado, em especial a pasta de Desenvolvimento Econômico na pessoa do Secretário Alex Gomes. Os menos favorecidos ganham com a iniciativa do poder público local. Parabéns!

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s