Governador inaugura Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo

O governador Eduardo Campos entrega à população o segundo hospital construído na sua gestão, o Metropolitano Sul Dom Helder Câmara (HDC), localizado às margens da BR-101 Sul (KM 28, S/N), no Cabo de Santo Agostinho. A cerimônia será nesta quinta (01/7), às 16 horas. Construído em uma área de 12.734 mil metros quadrados e dividido em quatro pavimentos, o Hospital conta com 160 leitos, 800 profissionais e terá capacidade para realizar, anualmente, 29.400 consultas, 7.900 internações, 202 mil procedimentos de diagnóstico (laboratório e radiologia) e 51.840 atendimentos de urgência.

Foram investidos mais de R$ 80 milhões com a construção e compra de equipamentos. A unidade beneficia cerca de 1,2 milhão de pessoas de dez municípios da RMR e litoral sul. Junto com as UPAS do Cabo de Santo Agostinho, Barra de Jangada e Jaboatão Velho, o Hospital Dom Helder Câmara formará o cinturão de emergência sul, atendendo prioritariamente os pacientes encaminhados por essas unidades.

O hospital possui o mesmo projeto arquitetônico do Hospital Miguel Arraes, em funcionamento desde dezembro de 2009. Ele terá capacidade para realizar procedimentos de média e alta complexidade, atendimento de urgência e emergência, internação e atendimento ambulatorial de egressos da emergência e pacientes referenciados das Unidades de Pronto-Atendimento (UPA).

Responsável pela gestão do Hospital Miguel Arraes, a Fundação Professor Martiniano Fernandes – Imip Hospitalar também administrará o Hospital Metropolitano Sul. Para isso, a organização receberá um valor anual de cerca de R$ 45 milhões. O Imip Hospitalar também responderá pelas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) do Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão/Engenho Velho e Jaboatão/Barra de Jangada.

Atualmente, Pernambuco possui apenas duas grandes referências para atendimento em emergência cardiológica, o Hospital Agamenon Magalhães (HAM) e o Procape. Com a inauguração do serviço no Hospital Metropolitano Sul Dom Helder Câmara, a expectativa é desafogar essas duas unidades. Na unidade, serão realizadas, inclusive, cirurgias cardíacas. (Tribuna Popular)

Anúncios

One Comment

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s