Migração para outras áreas

Com a desmobilização da indústria da construção naval nos anos 1990, os trabalhadores especializados migraram para outras áreas. Como o Brasil ficou 15 anos sem construir um navio de grande porte, houve a debandada do pessoal mais antigo e os mais jovens perderam o interesse pela formação profissional voltada para o setor. Uma prova é que engenheiro naval é figura escassa, mesmo nos estados com tradição no setor, como Rio de Janeiro e Santa Catarina. A partir de 2003, com o início do Promef, a criação da Transpetro (subsidiária da Petrobras), aliada a descoberta de novos poços de petróleo na costa brasileira, e ao aumento da produção e das exportações,surge a necessidade de formar novos trabalhadores.

Foi criado pela Petrobrás o Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás para mapear os gargalos e capacitar trabalhadores para suprir as necessidades dos estaleiros. Somente na primeira etapa do Promef foram contratados 49 navios aos estaleiros – três deles já licitados com o potencial de criação de 160 mil postos de trabalho diretos e indiretos. De acordo com o presidente do Sinaval, Ariovaldo Rocha, no diagnóstico coordenado pelo Prominp foi apontada a falta de engenheiros navais, engenheiros de produção, engenheiros elétricos, engenheiros mecânicos, mestres e chefes de montagem, além de soldadores qualificados e trabalhadores metalúrgicos em geral.

Segundo ele, o diagnóstico possibilitou que diversas instituições como secretarias estaduais e municipais do trabalho, Senai, Sesi e e Prominp oferecessem cursos de capacitação e organizassem um sistema de captação, seleção e formação de recursos humanos para a indústria naval. Ariovaldo destaca que os próprios estaleiros montaram sistemas internos de qualificação e treinamento de pessoal. “Essa preparação permitiu atender a demanda até agora, mas o desafio permanece. As encomendas aumentam e a previsão é de aumento do emprego”, avisa. (R.F.) (Diário de Pernambuco)

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: