O governo apresentou proposta que reduz a área afetada de 893,48 hectares para 508,36 hectares. Com a mudança, o projeto de lei foi aprovado, em primeira discussão, no plenário da Assembléia

Adriana Guarda

Pressionado pela bancada parlamentar de oposição e pelos ambientalistas, o governo de Pernambuco decidiu flexibilizar o projeto de lei que suprime parte da vegetação nativa de Suape para a implantação do cluster naval. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, apresentou nova proposta do governo para diminuir a supressão da área de mangue de 893,48 hectares para 508,36 hectares. Com a mudança, o projeto foi aprovado, ontem, em primeira discussão, no plenário da Assembleia Legislativa por 28 votos a favor e 11 contra.

O projeto original previa a supressão de 1.076,46 hectares de vegetação em Suape, sendo 893,48 ha de mangue, 17,03 ha de mata atlântica e 166,06 ha de restinga. Com a nova proposta, o total suprimido será de 691,26 hectares. “Não estamos abrindo mão do projeto, apenas decidimos dar atenção à opinião da sociedade sobre um tema que suscita discussão. Da maneira como ficou, conseguiremos atender às empresas que estão se instalando e as em fase de negociação, além de garantir a expansão do complexo até 2020”, acredita Bezerra Coelho.

Segundo a diretoria de Suape, a área vai permitir a instalação de seis estaleiros mais nove empresas do Projeto Suape Global, que atenderão ao cluster naval e ao polo de petróleo e gás. Os 15 empreendimentos somam investimentos da ordem de R$ 4,3 bilhões e poderão gerar 28 mil empregos.

COMPENSAÇÃO

Apesar da aprovação do projeto em primeira discussão, que dificilmente será revertido numa próxima votação, a diretoria de Suape garante que vai continuar discutindo os projetos de compensação ambiental.

Na próxima sexta-feira, o Conselho Estadual de Meio Ambiente volta a se reunir para discutir o tema. Suape apresenta três projetos de preservação dos estuários dos rios Massangana, Ipojuca e Pirapama, além no replantio de mata atlântica na chamada Zona de Proteção Ecológica (ZPec) de Suape. (JC)

Anúncios