Consórcios responsáveis pela obra estarão reunidos nesta quarta-feira no Recife

Micheline Batista

Se você sempre quis fornecer produtos e serviços para a Petrobras e nunca soube como, aqui pode estar sua chance. Seis grandes consórcios responsáveis pelos principais contratos da Refinaria Abreu e Lima – Odebrecht/OAS, Conduto/Egesa, Egesa/TKK, Camargo Corrêa/CNEC, Construcap/Progen e Queiroz Galvão – vão se apresentar à comunidade e descrever suas demandas por bens e serviços durante o 2º Encontro de Negócios, que a Petrobras realiza nesta quarta-feira (7), no Teatro Guararapes do Centro de Convenções de Pernambuco. Os contratos somam mais de R$ 11 bilhões.

Se você sempre quis fornecer produtos e serviços para a Petrobras e nunca soube como, aqui pode estar sua chance. Seis grandes consórcios responsáveis pelos principais contratos da Refinaria Abreu e Lima – Odebrecht/OAS, Conduto/Egesa, Egesa/TKK, Camargo Corrêa/CNEC, Construcap/Progen e Queiroz Galvão – vão se apresentar à comunidade e descrever suas demandas por bens e serviços durante o 2º Encontro de Negócios, que a Petrobras realiza nesta quarta-feira (7), no Teatro Guararapes do Centro de Convenções de Pernambuco. Os contratos somam mais de R$ 11 bilhões.

Para participar do evento, basta se inscrever pelo site www.encontrodenegocios2.com.br. Nesta primeira fase, os executivos dos consórcios vão descrever os projetos e colocar suas demandas. Os contratos assinados correspondem à construção das unidades de destilação atmosférica, dos dutos de expedição e recebimento, das tubovias de interligações, da infraestrutura civil, das unidades de coqueamento retardado e das estações de tratamento de despejos industriais.

A expectativa da Petrobras, que tem o Sebrae como parceiro, é que mais de mil pessoas se inscrevam. É bom correr, pois as vagas são limitadas. “Será um contato inicial. Na segunda fase, cuja data será divulgada durante o evento, os empresários terão contato direto com os representantes dos consórcios. Serão quatro dias, com cada reunião durando cerca de 15 minutos”, explica o coordenador do Encontro, Anderson Magalhães Lula. Segundo ele, a segunda fase deve ocorrer ainda em abril.

O primeiro Encontro de Negócios foi realizado em agosto de 2009. Eram nove contratos, que implicavam em valores menores. “Foi uma experiência muito positiva. Muitas empresas fecharam negócio através do evento, como o consórcio TAG, formado pelas empresas Tomé, Alusa e Galvão, que fechou mais de 100 negócios”, ilustra Anderson. O consórcio TAG também está nesta segunda edição como âncora. Como seus contratos já foram apresentados à comunidade, a presença será nas rodadas de negócios.

A confirmação de presença para esta segunda edição do encontro poderá ser feita através do site até a véspera (terça-feira). O credenciamento começará às 13h e a abertura do evento está prevista para as 15h. A refinaria está sendo erguida em Suape, com investimentos estimados em R$ 23 bilhões. (Diário de Pernambuco)

Anúncios