Brasília – A Caixa Econômica Federal aderiu aos Princípios do Equador, um conjunto de procedimentos adotados por instituições financeiras na gestão de questões socioambientais associadas às operações de financiamento de projetos. Suas diretrizes são baseadas nos padrões socioambientais da International Finance Corporation (IFC), braço privado do Banco Mundial, informou a Caixa.
Ao assinar os Princípios do Equador, o banco público assume o compromisso de, no prazo de um ano, implementar política interna, procedimentos e processos que garantam que o crédito a grandes projetos de infraestrutura, com custo total superior a US$ 10 milhões, esteja condicionado à análise de parâmetros de responsabilidade social e ambiental.
A instituição também informou que aderiu recentemente à Business and Biodiversity Initiative, que visa a promover o maior engajamento do setor empresarial para alcançar os objetivos da Convenção sobre Diversidade Biológica. A ideia é incentivar a proteção da biodiversidade por meio dos sistemas de gestão.
Em agosto do ano passado, a Caixa assinou, juntamente com os demais bancos públicos, o Protocolo de Intenções dos Bancos pela Responsabilidade Socioambiental. O objetivo é empreender políticas e práticas bancárias pautadas na responsabilidade socioambiental como, a criação de linhas de crédito com viés socioambiental e a inserção dessa questão na análise de risco de clientes e projetos.
Agência Brasil
Anúncios