Porto de Suape teve a quarta colocação em volume de importação e exportação

29/01/2013

OUTROS TEMAS

Importação cresce 46% e favorece balança comercial

KLEBER NUNES – Folha PE

O Porto de Suape passou a ocupar a quarta colocação em termos de volume de importação e exportação no último ano. Foram mais de seis milhões de toneladas de produtos importados, aumento de 46% em relação a 2011. Mesmo com a queda nas exportações (-18%), o montante importado atingiu a cifra de US$ 7,56 bilhões, alta de 31% em valores, o que manteve a balança comercial favorável. Se seguir nesse ritmo, a tendência é que dentro de três anos ele seja o primeiro do Brasil.

De acordo com balanço divulgado ontem pela Receita Federal do Brasil (RFB), o porto pernambucano teve um crescimento de 98% entre 2010 e 2012. No mesmo período, o Porto de Santos (SP), o maior do País, viu seu volume de im­portações diminuir 7%. “É mais um retrato do crescimen­to econômico do Estado, que segue à frente do resto do Brasil”, resumiu o inspetor-chefe da alfândega no Porto de Sua­pe, Carlos Eduardo Oliveira.

Os produtos importados são classificados segundo a Nomenclatura Comum do Mercosul. A tabela consiste em 97 capítulos, que vão desde produtos com menor intervenção humana, como animais vivos, até os de grande intervenção, como as obras de arte. “Suape recebe 87 capítulos dos produtos classificáveis, ou seja, praticamente tudo entra pelo nosso terminal portuário”, disse Oliveira. A movimentação gerou, em 2012, um montante de R$ 1,78 bilhão de tributos, aumento de 31% em relação a 2011.

Dos dez países que mais enviaram mercadorias para o Porto de Suape, seguindo o critério de peso líquido, os Estados Unidos saltaram de terceiro para primeiro no ranking, seguidos de Holanda e Argentina. Enquanto a arrecadação aduaneira cresceu 20% em todo o Brasil, nos sete pontos aduaneiros do Estado a RFB fechou o ano de 2012 com R$ 3 bilhões arrecadados em tributos vinculados ao comércio exterior, aumento de 32,3%.

A importação cresceu 38,4%, movimentando US$ 8,9 bilhões, já a exportação caiu 22,8%, somando US$ 1,17 bilhão. Nas operações de repressão ao contrabando e descaminho, a 4ª Região Fiscal da RFB (Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte) apreendeu R$ 5,8 milhões em mercadorias, aumento de 80,9% em relação a 2011.

About these ads

Conecte-se

Assine o nosso feed RSS e perfis sociais. (Subscribe to our RSS feed and social profiles.)

Nenhum comentário ainda.

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.165 outros seguidores