Nordeste cresce na lista das regiões que mais criaram empregos no Brasil

28/01/2013

TRABALHO E EMPREGO

20130128-214959.jpg

Pesquisa das Estatísticas do Empreendedorismo 2010 feita pelo IBGE em parceria com a ENDEAVOR, aponta que região ficou em 2° lugar ocupando 19,7% do pessoal e lidera a maior média de pessoas ocupadas por unidade local. Pernambuco foi o 8° estado do ranking nacional.

O empreendedorismo tem sido apontado como fato relevante para o crescimento econômico, a produtividade, a inovação e o emprego. Nos últimos anos, tanto governos de países desenvolvidos quanto em desenvolvimento tem trazido para suas agendas questões relacionadas ao tema e enfrentado o problema de escassez de indicadores estatísticos comparáveis, necessários para o entendimento e dinâmica desse fenômeno.

A pesquisa realizada pelo IBGE com a colaboração do Instituto Empreender Endeavor Brasil, analisou empresas de alto crescimento no país – aquelas com aumento médio de pessoal ocupado assalariado de pelo menos 20% ao ano, em um período de três anos, e com 10 ou mais pessoas ocupadas assalariadas no ano inicial de observação – e discorre sobre a performance destas ao longo dos anos de 2007 a 2010.

Em 2010, havia 33.320 empresas de alto crescimento, elas ocuparam 5 milhões de pessoas e pagaram R$88 bilhões em salários e outras remunerações. Destas, 32.863 eram classificadas como empresas de alto crescimento orgânico, ou seja, o aumento de pessoal ocupado foi feito através de contratações, e não por fusões ou incorporações. Essas empresas foram responsáveis por mais da metade (50,3%) dos empregos assalariados do Brasil entre 2007 e 2010, um total de 2,7 milhões de pessoas empregadas.

As cinco atividades econômicas responsáveis pelas maiores criações de ocupações foram as indústrias de transformação (568,8 mil); atividades administrativas e serviços complementares (553,7mil); construção (551,0 mil); comércio, reparação de automotores e motocicletas (420,6mil); e transporte, armazenagem e correio (204,1 mil).

Cerca de 70% das empresas de alto crescimento concentravam-se nas regiões Sudeste e Sul em 2010. O Sudeste também detinha o maior percentual de empregados (52,9%), mas o Nordeste apareceu em lugar, ocupando 19,7% do pessoal, seguido pelo Sul, com 14,9%. De acordo com a pesquisa, o Nordeste também apresentava a maior média de pessoas ocupadas por unidade local (77), seguido por Sudeste (69), Norte (64), Centro – Oeste (58) e Sul (48). A coordenadora regional da Endeavor , Juliana Queiroga, comenta o crescimento do Nordeste na pesquisa: “Quase todos os estados nordestinos tiveram destaque na pesquisa. Bahia, Pernambuco e Ceará tiveram uma maior geração de postos de trabalho por empresas de alto impacto. Já o Rio Grande do Norte, o Maranhão e Sergipe tiveram destaque dentre os estados com alto número de empresas de crescimento orgânico. Observa-se então um crescimento de toda a região, principalmente no setor de indústria, seguido por serviços e construção.” O estado de Pernambuco aparece em oitavo lugar no ranking dos dez estados que mais contrataram no país. “Pernambuco está entre os 10 estados brasileiros que mais contrataram no país e Petrolina ficou com o 3° lugar entre os municípios brasileiros”, completou Juliana. Em primeiro lugar ficou o estado de São Paulo e em último Distrito Federal. A posição de Pernambuco também foi a mesma em relação as unidades com mais empresas em alto crescimento , ficando atrás de estados como a Bahia e na frente do Ceará e Goiás.

Endeavor seleciona empreendedores pernambucanos no Painel Internacional

O escritório regional do Nordeste acaba de selecionar os seus primeiros Empreendedores Endeavor. O Painel Internacional, última etapa do processo seletivo, aconteceu em Miami. Quem passou por ele e agora terá os benefícios da entidade é a empresa TECSAÚDE, que vem completar o time de Empreendedores nordestinos juntamente com a Ágilis, aprovada em junho de 2012. Pesquisa das Estatísticas do Empreendedorismo 2010 feita pelo IBGE em parceria com a Endeavor, aponta que região ficou em 2° lugar, ocupando 19,7% do pessoal, e lidera a maior média de pessoas ocupadas por unidade local. Pernambuco foi o 8° estado do ranking nacional.

“Estamos há 15 anos no mercado, sempre buscando a inovação, oferecendo os melhores produtos e os melhores serviços. O caminho longo nos trouxe experiência, mas o empreendedor fica se sentindo muito solitário durante todo esse processo. Conhecer a Endeavor, trocar ideias, nos levou à nossa autoanálise. Estamos expandindo nossos negócios, abrindo novos polos em todas as regiões do país.

Esse crescimento traz a necessidade de aprofundamento na profissionalização gerencial. Com a Endeavor tivemos outros olhos para enxergar junto conosco. É obvio que isto irá nos ajudar muito no que diz respeito à expertise”, diz a diretora de Recursos da TECSAÚDE, Iliane Alencar.

A coordenadora regional Endeavor no Nordeste, Juliana Queiroga, explica que o objetivo do processo de seleção é encontrar empresas que tenham grande potencial de crescimento e alto impacto, percebidos mesmo enquanto ainda têm estruturas relativamente pequenas.

“Buscamos empreendedores que mostrem vontade de crescer e ampliar a possibilidade de novos negócios, sempre buscando empreender, inovar. É importante ter paixão pelo que se faz, determinação e acreditar que novos caminhos podem ser a grande oportunidade para fazer a diferença e se sobressair no mercado. Ou seja, grandes empresas enquanto ainda são pequenas”, acrescenta.

Para Sérgio Lomachisky, diretor da TECSAÚDE, ter a oportunidade de escutar pessoas tão interessantes e relevantes discutirem e opinarem sobre a empresa é enriquecedor.
“Traz uma nova visão, abre uma nova perspectiva em um universo mais amplo. A experiência empresarial é construída tijolo por tijolo. O Painel Internacional foi um passo importantíssimo.

Quando se enxerga um mundo mais amplo, as soluções que parecem inicialmente intangíveis passam a ser possíveis de se buscar. A Endeavor pode nos ajudar a redesenhar a TECSAÚDE para um novo cenário. Ela propicia um ciclo virtuoso de ferramentas, mentorias e contatos que, se bem utilizadas, podem nos encaminhar para um patamar bem superior ao que hoje estamos. Estamos começando. As expectativas são grandes”, afirma.
A Endeavor Nordeste continua buscando empresas de alto impacto na região e espera selecionar mais empreendedores em 2013.

Fonte: FeedBack Comunicação.

About these ads
, ,

Conecte-se

Assine o nosso feed RSS e perfis sociais. (Subscribe to our RSS feed and social profiles.)

One Comment em “Nordeste cresce na lista das regiões que mais criaram empregos no Brasil”

  1. Anônimo Says:

    Só se for para chão de fábrica porque para profissionais a níveis de analista sênior , coordenação, gerência e direção, é 1 vaga a cada um ano. Isso é uma vergonha!

    Resposta

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.947 outros seguidores