Bacia Leiteira de Alagoas vai ganhar Centro de Referência em Reprodução Animal

29/05/2012

OUTROS TEMAS

A região conhecida como Bacia Leiteira vai dispor, ainda este ano, de um Centro de Referência em Reprodução Animal, que vai reforçar as ações de desenvolvimento da cadeia produtiva do leite, a capacitação e o fomento da pecuária e a criação de novas tecnologias de beneficiamento da produção.

A assinatura da ordem de serviço para reforma das instalações que vão abrigar o Centro, no município de Batalha, ocorreu na última quinta-feira, 26, na sede da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), em Maceió.

De acordo com o secretário de Estado Adjunto da Agricultura, José Marinho Júnior, a implantação da unidade atende a uma demanda do setor e a uma determinação do governador Teotonio Vilela. “Vamos valorizar ainda mais a nossa produção pecuária e transferir tecnologia para os pequenos criadores. A implantação desse Centro vai se somar às ações do Programa Alagoas Mais Leite”, enfatizou.

As obras de instalação do Centro de Referência em Reprodução Animal incluem um Hospital Veterinário, um Laboratório de Patologia Animal e um Centro de Biotecnologia da Reprodução.

O prazo para entrega da obra é de 180 dias. Os recursos que serão aplicados nesta primeira fase somam mais de R$ 212 mil e são oriundos de um convênio entre o governo do Estado, por meio da Seagri, e a União, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Segundo o diretor de Política Agropecuária da Seagri, Ubaldo Soutinho, a meta é atender a toda a demanda da região da Bacia Leiteira no que diz respeito à patologia animal de gado de leite, gado de corte, caprinos e ovinos. “Atualmente, quando precisamos de algum tipo de serviço dessa natureza, temos que recorrer a um Centro no município de Garanhuns, em Pernambuco”, explicou.

“O foco das ações será o pequeno criador, que é atendido pelos programas da Seagri. O hospital e o laboratório estarão preparados para identificar e tratar patologias, realizar cirurgias e fazer diagnósticos”, citou o diretor Ubaldo Soutinho.

A bovinocultura leiteira em Alagoas gera cerca de 125 mil empregos diretos, com uma produção de aproximadamente 700 mil litros de leite por dia, sem período de entressafra. Para o presidente do Sindicado dos Produtores de Leite do Estado de Alagoas (Sindleite), André Ramalho, o Centro de Referência será um marco na retomada do desenvolvimento da agropecuária como um todo.

“A pecuária de leite poderá voltar a ser o que já foi 30 anos atrás”, lembrou. “A instalação desse Centro é uma demanda de todo o setor produtivo, é necessária para a coletividade. Todos serão beneficiados”, analisou.

Fonte: Governo do Estado de Alagoas

Economia NE

About these ads

Conecte-se

Assine o nosso feed RSS e perfis sociais. (Subscribe to our RSS feed and social profiles.)

Nenhum comentário ainda.

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.099 outros seguidores