Agronegócio do cavalo gera negócios e movimenta turismo rural

23/05/2012

OUTROS TEMAS

6ª Edição da Festa do Cavalo, de 25 de maio próximo a 03 de junho, mostra a força de um mercado, que já atinge R$ 7,3 bilhões no Brasil e gera mais de 700 mil empregos -

Evento que integra o calendário turístico do Estado reforça a importância de um dos setores da economia em maior desenvolvimento hoje: o agronegócio do cavalo, que já tem Pernambuco com um dos maiores criadores no Nordeste. É a Festa do Cavalo, promovida pela Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco, que chega a sua sexta edição em Gravatá, no Parque Luiz Ignácio, com o III Simpósio de Eqüinocultura e feira de negócios, voltada ao segmento. “Somos um dos maiores criadores de eqüinos do Nordeste. E por isto precisamos potencializar cada vez mais esses negócios. Atualizar-nos e cobrar políticas públicas”, destaca Pio Guerra, presidente da Federação de Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe).

A preocupação em manter esta posição neste mercado não é a toa. O Brasil tem o terceiro maior rebanho eqüino do mundo (com cerca de seis milhões de animais), atrás apenas da China (7,9 milhões) e do México (6,2 milhões). E, ao todo, são gerados cerca de R$ 7,3 bilhões de negócios e mais de 700 mil empregos diretos, segundo dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA. “O setor é importante para a nossa economia. Gera negócios e trabalhos que vão desde tratamentos de animais, venda de insumos, eventos, esportes, etc”, lembra Guerra, que comanda o evento que traz uma ampla programação.

Nesta sexta edição serão promovidas inúmeras palestras e cursos profissionalizantes gratuitos, ambiente para a realização de leilão, espaço de lazer para crianças, pista de vaquejada e passeio de pôneis, além do seminário de Equideocultura, durante três dias. O passaporte para esta ação custa R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia/ estudante de graduação). A festa também realiza os campeonatos das Raças Mangalarga Marchador e o Brasileiro de Marcha Picada.

A eqüinocultura em Pernambuco vem conquistando representantividade e expressão no âmbito nacional, não só se destacando em provas de marcha das raças mangalarga e campolina, como também em diversas atividades eqüestres, que estão fortemente representadas nas suas várias ramificações, como o hipismo clássico, os pôneis, as provas atléticas do quarto de milha, incluindo o esporte da vaquejada, a cavalgada de lazer, ou simplesmente, o hábito de “andar a cavalo”.

A Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), presidida por Pio Guerra, que também comanda a Comissão Nacional do Cavalo da CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, em Brasília, incentiva o agronegócio do Cavalo em várias frentes, mas o maior destaque é a festa de Gravatá que conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Pernambuco – Sebrae/PE, para que o turismo rural da região agreste possa consolidar-se como um vetor de desenvolvimento sustentável, tudo dentro de um planejamento realizado pelas entidades em 2006.

Tanto o turista como o proprietário de imóveis locais encontram na região diversas opções de negócios, esportes e lazer eqüestre. No que diz respeito ao lazer e ao turismo, cavalgar pelos campos e pelas estradas é uma prática bem comum. Esta realidade levou, inclusive, alguns hotéis e condomínios a incluírem, nas suas dependências, espaços para abrigar cavalos e ao fomento de cavalgadas organizadas, surgindo, assim, trilhas sinalizadas para este fim. De acordo com Pio Guerra, a Festa do Cavalo impulsiona o turismo rural para que a região do agreste possa consolidar-se como um vetor de desenvolvimento sustentável.

Cursos profissionalizantes - O público em geral que for conferir a 6ª Festa do Cavalo pode participar, gratuitamente, de palestras, oficinas e cursos que acontecem de 29 próximo a 03 de junho, nos turnos da manhã e tarde respectivamente, das 9h às 12h e das 14h às 17h30. Mas, um dos grandes destaques é a programação oferecida pelo Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, com palestras como as que serão ministrados pelos médicos veterinários Vitor Maia (“Enfermagem e Primeiros Socorros”) e Torquato Marques (“Boas Práticas Alimentares”), o fabricante de selas e arreios Luis da Costa (“Oficina com Cordas – Chicote e de Cesto de Feno”), as turismólogas Maria Anastácia Vasconcelos (“Importância da Gastronomia no Contexto Turístico”) e Ednéia Nemésio (“Como satisfazer e encantar clientes”), e o zootecnista e técnico agrícola Paulo Monteiro (“Cavalo: Comportamentos e Vícios”)

Realizadas em dois turnos, manhã e tarde, se repetem as palestras dos dias anteriores. Com uma área privilegiada, a Praça de Exposição da Festa do Cavalo torna-se uma oportunidade para que as empresas que compõem o agronegócio e outras, de diversos segmentos, possam apresentar inovações, produtos ou serviços e estreitar o relacionamento, para atender cerca de cinco mil participantes e visitantes. Informações pelo site www.festadocavalo.com e interessados podem realizar suas inscrições pelo (81) 3312-8966 e 3312-8500.

Serviço:

6ª Festa do Cavalo

Parque Luiz Ignácio – KM 82, BR-232, Gravatá

Data: De 25/05 a 03/06

Horário: 9h às 18h

Realização Faepe

Contato: (81)3312-8500

About these ads

Conecte-se

Assine o nosso feed RSS e perfis sociais. (Subscribe to our RSS feed and social profiles.)

Nenhum comentário ainda.

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.762 outros seguidores