Ipea: desigualdade e falta de investimento público impedem maior acesso a telecomunicações

07/06/2010

TECNOLOGIA

A baixa renda e a concentração de investimentos em projetos de telecomunicações nos grande centros urbanos são os gargalos para o maior acesso dos brasileiros aos serviços de telecomunicações, como telefonia fixa, móvel, TV por assinatura e internet.

Essa é a avaliação do pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Rodrigo Abdalla, com base no estudo Desafios e Oportunidades do Setor de Telecomunicações no Brasil, divulgado hoje (7) pelo órgão.

Para o pesquisador, o levantamento mostrou que a saída para democratizar o acesso as telecomunicações é promover investimentos em parcerias público-privadas, com a participação das três esferas de governo

Segundo Abdalla, o país tem uma parte da população ainda excluída desses serviços porque há carência de oferta. Ele observou que, comprando-se os serviços de telefonia móvel de São Paulo e de Manaus, por exemplo, o preço no Norte do país chega a ser 15 vezes o do Sudeste.

De 1999 a 2008, os investimentos privados somaram R$ 148 bilhões, dos quais R$ 25 bilhões financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e social (BNDES). (Brasil Econômico)

About these ads

Conecte-se

Assine o nosso feed RSS e perfis sociais. (Subscribe to our RSS feed and social profiles.)

Nenhum comentário ainda.

Comente agora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.098 outros seguidores